Categorias Exames Laboratoriais Medicina e Saúde

Entendendo as Transaminases: TGO e TGP e sua Relevância Clínica

Você conhece a palavra Transaminases? Você já fez um exame de sangue e se deparou com termos como “transaminase piruvica” ou “transaminase oxalacética“?

Pode parecer um pouco técnico à primeira vista, mas essas enzimas podem demonstrar se existe algum dano no seu fígado

Anúncio

Se você é daqueles que não se contentam apenas com o resultado, mas querem entender o “o porquê” por trás dele, está no lugar certo.

Vamos desvendar juntos o mistério por trás dessas enzimas e entender sua relevância para nossa saúde.

Tabela de Semelhanças entre TGP e TGO

SemelhançasDescrição
TipoAmbas são enzimas que atuam como catalisadores em reações químicas específicas no corpo.
Função PrimáriaAmbas desempenham um papel crucial no metabolismo dos aminoácidos.
Indicadores de SaúdeElevações em ambas podem indicar problemas hepáticos ou musculares.
Presença no FígadoTanto a TGP quanto a TGO são encontradas no fígado e são frequentemente usadas para avaliar sua saúde.
Teste SanguíneoAmbas são comumente testadas em exames de função hepática.

O que são Transaminases?

As transaminases são enzimas que atuam como catalisadores em reações químicas específicas no nosso corpo. Elas são essenciais para o metabolismo dos aminoácidos, os blocos de construção das proteínas.

Definição e Função

Em termos simples, as transaminases ajudam a transferir um grupo amino de um aminoácido para um cetoácido. Isso é vital para a produção de energia e outras funções celulares.

Tipos Principais

Existem vários tipos de transaminases, mas hoje, vamos focar em duas: a piruvica (TGP) e a oxalacética (TGO).

Transaminase Piruvica (TGP)

A TGP, também conhecida como ALT (Alanina Aminotransferase), é uma enzima encontrada principalmente no fígado. Ela desempenha um papel crucial no metabolismo dos aminoácidos.

Função e Localização

A TGP é responsável por converter a alanina, um aminoácido, em piruvato, uma molécula chave no ciclo de Krebs, que produz energia para nossas células.

Embora a TGP seja encontrada em várias partes do corpo, sua maior concentração está no fígado.

Valores de Referência

Os níveis normais de TGP no sangue variam, mas geralmente ficam entre 7 a 56 unidades por litro de soro sanguíneo.

Valores acima podem indicar problemas de saúde específicos.

Causas de Alteração

Elevações na TGP podem ser indicativos de:

  • Esteatose hepática;
  • Hepatite;
  • Cirrose;
  • Tumores no fígado;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Uso de certos medicamentos.

Transaminase Oxalacética (TGO)

A TGO, também conhecida como AST (Aspartato Aminotransferase), é uma enzima que, assim como a TGP, está envolvida no metabolismo dos aminoácidos.

Função e Localização

A TGO converte o aspartato e o alfa-cetoglutarato em oxaloacetato e glutamato, respectivamente.

Esta enzima é encontrada em várias partes do corpo, como coração, fígado e músculos.

Valores de Referência

Os níveis normais de TGO no sangue geralmente variam entre 8 a 48 U/L.

Assim como a TGP, alterações nesses valores podem ser indicativos de condições médicas específicas.

Causas de Alteração

Elevações na TGO podem indicar:

  • Esteatose hepática;
  • Hepatite;
  • Doenças musculares;
  • Pancreatite;
  • Uso de certos medicamentos.

Tabela Comparativa

AspectoTransaminase Piruvica (TGP)Transaminase Oxalacética (TGO)
FunçãoConverte alanina em piruvatoConverte aspartato em oxaloacetato
LocalFígado, principalmenteCoração, músculos, fígado
Valores Normais7-56 U/L8-48 U/L
Causas de AlteraçãoHepatite, cirrose, tumoresEsteatose hepática, hepatite, doenças musculares

Importância das Transaminases na Prática Clínica

As transaminases são indicadores usados na prática clínica para diagnosticar e monitorar várias condições médicas.

O fígado é um órgão vital que desempenha muitas funções essenciais.

Quando algo dá errado, as transaminases geralmente são as primeiras a sinalizar. Um aumento nos níveis de TGP e TGO pode indicar uma lesão no fígado.

Causas comuns incluem esteatose hepática, uso de álcool, uso de medicamentos, hepatites crônicas, e em casos menos comuns, cirrose ou até mesmo câncer de fígado.

Monitoramento de Tratamentos

Pacientes em certos medicamentos, especialmente aqueles que podem afetar o fígado, precisam ter suas transaminases monitoradas regularmente.

Isso ajuda os médicos a ajustar dosagens ou mudar tratamentos se necessário.

Avaliação de Lesões Musculares

A TGO, encontrada em altas concentrações nos músculos, pode ser um indicador de lesão muscular.

Atletas ou pessoas que sofreram traumas podem ter níveis elevados de TGO.

Como Manter Níveis Saudáveis de Transaminases

A saúde é uma combinação de genética, ambiente e escolhas de estilo de vida.

Aqui estão algumas dicas para manter seus níveis de transaminases em cheque:

  • Dieta Equilibrada: Consuma alimentos ricos em antioxidantes, fibras e proteínas magras.
  • Evite o Álcool: O consumo excessivo de álcool pode danificar o fígado.
  • Exercício Regular: Mantenha-se ativo para manter a saúde do fígado e dos músculos.
  • Medicações com Cuidado: Sempre consulte um médico antes de iniciar qualquer medicação.
  • Exames Regulares: Faça check-ups regulares e exames de sangue para monitorar suas transaminases.

Tabela de Diferenças entre TGP e TGO

AspectoTransaminase Piruvica (TGP)Transaminase Oxalacética (TGO)
Nome AlternativoALT (Alanina Aminotransferase)AST (Aspartato Aminotransferase)
Função EspecíficaConverte alanina em piruvatoConverte aspartato em oxaloacetato
Localização PrimáriaPrincipalmente no fígadoCoração, músculos e fígado
Indicador deLesão hepáticaLesão hepática e cardíaca
Valores de ReferênciaGeralmente entre 7-56 U/LGeralmente entre 8-48 U/L

Investigação de Alterações nas Transaminases TGO e TGP na Prática Médica

As transaminases, TGO (Transaminase Oxalacética) e TGP (Transaminase Piruvica), são enzimas hepáticas frequentemente avaliadas em exames de função hepática.

Alterações em seus níveis podem indicar lesão hepática ou outras patologias.

A abordagem diagnóstica para elevações dessas enzimas é sistemática e baseada em evidências.

1. Avaliação Inicial

História Clínica:

  • Questionar sobre sintomas associados: icterícia, fadiga, dor abdominal.
  • Uso de medicamentos ou substâncias hepatotóxicas.
  • História de consumo de álcool.
  • Exposição a hepatites virais.

Leia também o artigo sobre:

Exame Físico:

  • Buscar sinais de doença ginecomastia: aranhas vasculares, palidez palmar, ginecomastia.
  • Avaliar presença de hepatomegalia ou esplenomegalia.

2. Exames Complementares

Testes Laboratoriais:

  • Perfil Hepático Completo: inclui bilirrubinas, fosfatase alcalina, albumina e tempo de protrombina.
  • Sorologias: para hepatites A, B e C.
  • Ferritina e Saturação de Transferrina: avaliação de sobrecarga de ferro.
  • Imunoglobulinas: especialmente IgG, para suspeita de hepatite autoimune.

Imagem

  • Ultrassonografia abdominal: avalia a presença de esteatose, massas ou sinais de cirrose.
  • Ressonância magnética ou tomografia: em casos selecionados.

3. Abordagem por Níveis de Elevação

  • Leve (até 2x o valor de referência): Reavaliar em 1-3 meses. Se persistir, investigar causas comuns como esteatose hepática, hepatites virais e consumo de álcool.
  • Moderada (3-5x o valor de referência): Investigar causas mencionadas acima e considerar outras como hepatite autoimune, hemocromatose e doença de Wilson.
  • Grave (>5x o valor de referência): Avaliação urgente. Considerar causas como isquemia hepática, hepatite tóxica ou medicamentosa e hepatite autoimune aguda.

4. Biópsia Hepática

Em casos onde a etiologia da elevação das transaminases não é clara após a investigação inicial, uma biópsia hepática pode ser considerada.

Ela fornece informações sobre a extensão da lesão hepática e pode ajudar a identificar a causa subjacente.

Perguntas Frequentes (FAQ) sobre Transaminases TGO e TGP

1. O que são TGO e TGP?

TGO (transaminase glutâmico-oxalacética) e TGP (transaminase glutâmico-pirúvica) são enzimas transaminases (ou aminotransferases) que desempenham um papel crucial no metabolismo dos aminoácidos. A TGO está presente em diversas células do corpo, enquanto a TGP é encontrada principalmente nas células do fígado.

2. Para que servem os exames de TGO e TGP?

Estes exames são indicados para avaliar o funcionamento do fígado e investigar a presença de alguma alteração nesse órgão, especialmente quando existem sintomas como dor abdominal, pele amarelada, náusea, entre outros.

3. Qual a diferença entre TGO e TGP?

Enquanto a TGO está presente em diversas células do corpo, como coração, músculos e rins, a TGP é encontrada quase exclusivamente nas células do fígado. Portanto, a TGP é mais específica para avaliar lesões hepáticas.

4. O que significa ter TGO e TGP elevados?

Níveis elevados destas enzimas podem indicar lesão hepática ou outras patologias. A causa da elevação pode variar desde doenças hepáticas, consumo excessivo de álcool, uso de certos medicamentos até condições cardíacas ou musculares.

5. Como é feita a investigação de alterações nas transaminases?

A investigação envolve uma combinação de história clínica detalhada, exames físicos, testes laboratoriais e, em alguns casos, procedimentos invasivos como a biópsia hepática.

6. Quais são as principais causas de elevação das transaminases?

As causas incluem hepatites virais, esteatose hepática (fígado gorduroso), consumo excessivo de álcool, hepatite autoimune, hemocromatose, entre outras.

7. O que fazer se os níveis de TGO e TGP estiverem levemente elevados?

Em casos leves, é comum reavaliar em 1-3 meses. Se persistir, é importante investigar causas comuns e considerar uma avaliação médica mais detalhada.

8. Quais medicamentos podem afetar os níveis de TGO e TGP?

Alguns medicamentos, como paracetamol, estatinas e anti-inflamatórios, podem causar elevações nas transaminases. É crucial informar ao médico sobre todos os medicamentos e suplementos que está tomando.

9. O que são valores de referência para TGO e TGP?

Os valores de referência podem variar conforme o laboratório, mas, geralmente, níveis considerados normais são até 35 U/L para TGO e até 49 U/L para TGP.

10. A elevação de TGO e TGP indica sempre uma doença hepática?

Não necessariamente. Enquanto a elevação destas enzimas pode indicar uma lesão hepática, também podem estar elevadas devido a condições cardíacas, musculares ou outras patologias.

Reflexão final sobre transaminases TGO e TGP


A investigação de alterações nas transaminases TGO e TGP é um processo detalhado e metódico.

O objetivo é identificar a causa subjacente da lesão hepática e orientar o tratamento adequado.

A abordagem é multidisciplinar, envolvendo história clínica detalhada, exames físicos, testes laboratoriais e, em alguns casos, procedimentos invasivos.

Leia também o artigo sobre:

Dr. Rafael Vinícius Otsuzi Médico pela Universidade de São Paulo - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP Residência Médica: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - HC - FMRP USP Especialista em Cardiologia pela Associação Médica Brasileira (AMB) Título de Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)

Ver comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Compartilhar
Publicado por
Tags: aminoácidos Causas Diagnóstico Clínico Exames Laboratoriais fígado lesão muscular proteínas Saúde Hepática TGO TGP transaminase oxalacética tratamentos

Postagens recentes

  • Medicina e Saúde

Aproveite o Sol e Alimentos Ricos em Vitamina D

Você já parou para pensar no papel vital que a vitamina D desempenha em nossa…

2 semanas atrás
  • Medicina e Saúde

Frutas Cítricas para Aumentar a Absorção de Minerais

Frutas cítricas, com seus sabores vibrantes e aroma fresco, são mais do que apenas um…

3 semanas atrás
  • Medicina e Saúde
  • News
  • Notícias

Água Engarrafada e a contaminação por Nanopartículas de plástico

O estudo recente sobre a presença de nanoplasticos em água engarrafada, publicado no Proceedings of…

4 semanas atrás
  • Medicina e Saúde

Hidradenite: o que é, causas, diagnóstico e tratamento

Hidradenite, frequentemente subestimada e pouco conhecida, é uma condição dermatológica crônica que desafia não apenas…

4 semanas atrás
  • Doenças Infecciosas
  • Medicina e Saúde

Infecção pelo HTLV: Uma visão geral

O vírus linfotrópico de células T humanas (HTLV) é um agente infeccioso que, apesar de…

4 semanas atrás
  • Medicina e Saúde

Pé de Atleta: Compreendendo a micose dos Pés

A Micose dos Pés ou Tinha dos Pés, comumente referida como "Pé de Atleta", é…

4 semanas atrás