Pular para o conteúdo

Magnésio: valores de referência

Imagem mostrando um tubo de coleta de exame de sangue de magnésio

O valor de referência do Magnésio

O magnésio é um nutriente essencial que desempenha várias funções no nosso organismo. Presente em todos os tecidos, especialmente nos ossos, músculos e outros tecidos moles, este mineral é um dos íons mais abundantes do corpo. Ao falarmos de ‘valores de referência do magnésio’, nos referimos aos níveis deste mineral que devem estar presentes no nosso sangue para garantir uma saúde adequada.

Valor de Referência

A tabela abaixo mostra os valores de referência do magnésio de acordo com a idade e com o laboratório:

Laboratório0-4 meses5 meses – 6 anos7-19 anosAdultos (>20 anos)
Behringer1,9 – 2,5 mg/dL
Fleury1,5 – 2,2 mg/dL1,5 – 2,3 mg/dL1,6 – 2,3 mg/dL1,6 – 2,6 mg/dL

Sintomas e Causas da Deficiência de Magnésio

Mesmo com os níveis de magnésio no sangue dentro do normal, nosso corpo pode começar a apresentar sinais de deficiência. Sintomas como fadiga, fraqueza muscular, irritabilidade e dificuldade para dormir podem indicar falta de magnésio no organismo.

A deficiência de magnésio pode ser causada por uma série de fatores, incluindo uma dieta pobre em magnésio, estilo de vida sedentário ou condições de saúde como doenças gastrointestinais e diabetes.

Alimentacao e saude magnesio 3

5 Marcas de Suplemento de Magnésio mais vendidas na Amazon
Acesse aqui para ver mais

Tratamento para a Deficiência de Magnésio

magnesio 1

Existem estratégias eficazes para tratar a deficiência de magnésio. A inclusão de alimentos ricos em magnésio na dieta, como folhas verdes, nozes e sementes, é um bom começo. Além disso, existem suplementos de magnésio disponíveis, mas eles devem ser tomados sob a orientação de um profissional de saúde.

AlimentoQuantidade de magnésio por 100g
Espinafre79mg
Amêndoas270mg
Feijão preto160mg
Aveia177mg
Salmão29mg
Chocolate amargo228mg

Exemplo Prático — A História de João

Vamos ilustrar com a história do João. João é um homem de meia-idade que sofria de fadiga crônica. Após uma série de exames, descobriu-se que ele tinha baixos níveis de magnésio. Com a ajuda de um nutricionista, João fez mudanças na dieta e começou a tomar um suplemento de magnésio. Após algumas semanas, ele notou uma melhora significativa na sua energia e qualidade de sono.

Perguntas Frequentes (FAQs)

DUVIDAS E PERGUNTAS FAQ 12

1. Quais são os sintomas da deficiência de magnésio?

Os sintomas da deficiência de magnésio incluem:

  1. Fadiga
  2. Fraqueza muscular
  3. Irritabilidade
  4. Dificuldade para dormir
  5. Enxaquecas
  6. Falta de apetite

2. Quais são as principais causas da deficiência de magnésio?

As principais causas de deficiência de magnésio incluem:

  1. Dieta pobre em magnésio
  2. Estilo de vida sedentário
  3. Doenças gastrointestinais
  4. Diabetes
  5. Alcoolismo crônico

3. Como é tratada a deficiência de magnésio?

A deficiência de magnésio é geralmente tratada através da ingestão de alimentos ricos em magnésio, como:

  1. Folhas verdes
  2. Nozes
  3. Sementes
  4. Leguminosas
  5. Grãos integrais
  6. Chocolate amargo

E a utilização de suplementos de magnésio sob orientação de um profissional de saúde.

4. Quais são os valores de referência do magnésio?

Os valores de referência do magnésio variam de acordo com a idade e o laboratório. Aqui estão alguns exemplos:

Valores de referência do magnésio, por informações do laboratório Fleury:

  1. Até 4 meses: O valor de referência do magnésio é de 1,5 a 2,2 mg/dL.
  2. 5 meses a 6 anos: O valor de referência do magnésio é de 1,7 a 2,3 mg/dL.
  3. 7 a 12 anos: O valor de referência do magnésio é de 1,7 a 2,1 mg/dL.
  4. 13 a 20 anos: O valor de referência do magnésio é de 1,7 a 2,2 mg/dL.
  5. Acima de 20 anos: O valor de referência do magnésio é de 1,6 a 2,6 mg/dL.

5. Como é feito o exame para avaliar os níveis de magnésio?

O exame para avaliar os níveis de magnésio é feito através de uma amostra de sangue, que deve ser coletada após um jejum de 8 horas.

Valores de Referência do Magnésio no Laboratório Behringer

IdadeValor de Referência (mg/dL)
Acima de 20 anos1,9 a 2,5

Valores de Referência do Magnésio no Laboratório Fleury

IdadeValor de Referência (mg/dL)
Até 4 meses1,5 a 2,2
5 meses a 6 anos1,7 a 2,3
7 a 12 anos1,7 a 2,1
13 a 20 anos1,7 a 2,2
Acima de 20 anos1,6 a 2,6

6. Quais são os riscos de ter excesso de magnésio no corpo?

Ter um excesso de magnésio no corpo, também conhecido como hipermagnesemia, pode ser prejudicial à saúde. Esta condição geralmente ocorre apenas se uma pessoa toma suplementos de magnésio em excesso e tem função renal insuficiente. Os sintomas de hipermagnesemia podem incluir fraqueza muscular, pressão arterial baixa, náusea, diarreia, e até parada cardíaca em casos graves.

7. Por que o exame de magnésio pode não identificar uma deficiência leve?

Mesmo quando há uma queda de 20% no total de magnésio no corpo, os níveis dosados no exame de sangue podem se manter dentro dos níveis de referência, pois o organismo retira o magnésio dos músculos e ossos para manter os níveis adequados no sangue.

8. Qual a importância do magnésio para a saúde?

O magnésio é fundamental para diversas funções do corpo, incluindo a função muscular, a saúde óssea, a saúde do coração e a regulação dos níveis de açúcar no sangue. Uma deficiência neste mineral pode causar diversos problemas de saúde.

9. Qual a relação entre o magnésio e o cálcio?

O magnésio e o cálcio são dois minerais que trabalham juntos para garantir o bom funcionamento do corpo. O magnésio ajuda a regular os níveis de cálcio no corpo, e é necessário para a absorção e metabolismo do cálcio. A deficiência de magnésio pode levar a uma deficiência de cálcio, ou hipocalcemia.

10. Quais alimentos são ricos em magnésio?

Os alimentos ricos em magnésio incluem:

  1. Folhas verdes, como espinafre e couve
  2. Nozes e sementes, como amêndoas e sementes de abóbora
  3. Leguminosas, como feijão preto e lentilhas
  4. Grãos integrais, como aveia e quinoa
  5. Peixes gordurosos, como salmão e cavala
  6. Chocolate amargo

Reflexões Finais

O magnésio, embora seja um mineral que muitas vezes não receba a atenção devida, é absolutamente essencial para a manutenção de nossa saúde e bem-estar. A deficiência de magnésio pode ser mais comum do que pensamos, e é vital conhecermos seus sinais e sintomas, para que possamos tomar as medidas apropriadas para corrigi-la quando necessário.

Investir na prevenção e tratamento da deficiência de magnésio, seja por meio de uma dieta equilibrada rica neste mineral, ou de suplementos sob orientação profissional, é investir na nossa qualidade de vida. Afinal, o magnésio desempenha um papel crucial em inúmeras funções corporais, desde a saúde muscular até a saúde mental.

Lembre-se, a chave para uma vida saudável está em manter o equilíbrio – e isso inclui os níveis de magnésio no nosso organismo.

Se você gostou deste artigo, não se esqueça de compartilhá-lo com seus amigos e familiares, para que eles também possam se beneficiar dessas informações. E, como sempre, sinta-se à vontade para deixar seus comentários e perguntas abaixo. Estamos aqui para ajudar!

Até a próxima!

Referências:

  1. Instituto Nacional de Saúde dos EUA, Fatos sobre suplementos dietéticos: Magnésio.
  2. Clínica Mayo, Deficiência de magnésio: sintomas e causas.
paisagem 30

Leia mais:

paisagem 32

Índice

0 0 Votos
Vote
Inscreva
Notifique por
guest
1 Comentário
Comentários em linha
Ver todos os comentários
trackback

[…] Se você está considerando adicionar um suplemento de magnésio à sua rotina, especialmente para m… […]

1
0
Deixe seu comentáriox