Cuidados antes de retomar exercícios físicos após recuperação de Covid-19

É recomendado que todo indivíduo após recuperação do Covid-19  passe por uma avaliação médica, de preferência com cardiologista, antes de reiniciar a prática de exercícios.

Nessa avaliação, o mínimo a ser realizado deve ser um exame físico, anamnese (história clínica) e eletrocardiograma.

Outros exames, como o teste ergométrico, holter 24hs, ecodopplercardiograma, ressonância cardíaca, podem ser necessários, de acordo com o tipo de prática esportiva, gravidade do acometimento prévio do Covid-19, achados da consulta inicial e alterações no eletrocardiograma realizado.

O teste ergométrico, por exemplo, é um exame muito prático para ajudar na segurança de realização de exercícios, principalmente os de alta intensidade.

No contexto atual, atenção especial deve ser dada à possibilidade de agressão ao miocárdio e pericárdio pelo SARS-CoV2. Como a COVID-19 é uma nova doença e o conhecimento a seu respeito ainda é limitado, deve ser feita uma avaliação criteriosa com o objetivo de afastar a presença e/ou sequela de miopericardite, mesmo nos indivíduos assintomáticos que testaram positivo.

Sendo assim, recomendamos que todos aqueles que tiveram COVID-19, assintomáticos ou não, passem por avaliação médica, preferencialmente cardiológica, incluindo pelo menos anamnese, exame físico e eletrocardiograma de repouso de (ECG). Como o maior risco de Morte Súbita está relacionado à maior intensidade do exercício, as recomendações de exames complementares na Avaliação Pré-Participação são diferentes conforme a prática esportiva.

Colombo CSSS, Leitão MB, Avanza Jr. AC, Borges SF, Silveira AD, Braga F, et al. Posicionamento sobre Avaliação Pré-Participação Cardiológica após a Covid-19: Orientações Para Retorno À Prática De Exercícios Físicos E Esportes – 2020. Arq Bras Cardiol. 2020; [online].ahead print, PP.0-0.

Porque a necessidade de investigação cardiológica após covid-19?

A lesão cardíaca parece ser uma característica proeminente da doença, ocorrendo em 20 a 30% dos pacientes hospitalizados e contribuindo para 40% das mortes

Foram descritas complicações cardiovasculares nos pacientes hospitalizados como:

lesão miocárdica => 20% dos casos

arritmias =>16%

miocardite => 10%

insuficiência cardíaca congestiva (ICC) e choque => 5% dos casos

Em um estudo que avaliou 138 pacientes internados por COVID-19, 16,7% desenvolveram arritmia e 7,2% apresentaram lesão cardíaca aguda (anormalidades eletrocardiográficas ou ecocardiográficas),

12% dos pacientes sem Doença Cardiovascular conhecida previamente apresentaram níveis elevados de troponina T ultrassensível (um marcador de lesão no músculo cardíaco) ou parada cardíaca durante a hospitalização.

Um estudo alemão realizou Ressonância Magnética Cardíaca em 100 indivíduos com pelo menos 15 dias de resolução dos sintomas de COVID-19 (média de 71 dias) e observou que 78% dos pacientes apresentaram achados anormais. Entre os pacientes estudados, apenas 33% haviam necessitado internação hospitalar, sendo que 18% foram assintomáticos.

Quando realizar a avaliação para retorno aos exercícios?

Esperar pelo menos 14 dias após a resolução do quadro clínico nos que tiveram sintomas.

Naqueles que não tiveram sintomas, aguardar ao menos 14 dias, a partir da testagem positiva, para realização a avaliação médica.

Conclusão

A avaliação pré-participação cardiológica (APP) é a principal ferramenta para a prevenção de morte súbita no esporte. A Diretriz em Cardiologia do Esporte e Exercício da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade de Medicina do Exercício e Esporte recomenda que todo indivíduo passe por uma avaliação médica antes de iniciar a prática de exercícios. Considerando-se que a maioria das pessoas parou ou reduziu seu treinamento físico durante a pandemia, é recomendável que antes retomá-lo sejam submetidas à nova APP.

Em adicional, a possibilidade de comprometimento cardíaco como sequela da COVID-19, especialmente a miocardite, deve ser considerada e investigada antes do retorno à prática esportiva, visto que pode representar um substrato arritmogênico durante o esforço, aumentando o risco de morte súbita em esportistas e atletas. Dessa forma, uma avaliação cuidadosa deve ser realizada para oferecer maior segurança no retorno a prática esportiva.

2 comentários sobre “Cuidados antes de retomar exercícios físicos após recuperação de Covid-19

  1. ótimo! A abordagem foi pontual e precisa ser divulgada. Particularmente, como tive covid com arritmias, o acometimento do meu coração já era esperado, após 8 meses de tratamento com cardiologista fiz meu primeiro exame eletrocardiograma “normal” (fev), continuo com os cuidados médicos e a avaliação física para retomar as atividades. Se Deus quiser logo estarei 100%.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.