Doutor, minha Pressão Arterial está boa?

Figura - Medindo a pressão arterial

Pergunta muito comum no meu dia a dia de consultório. Frequentemente após aferir a Pressão Arterial, informo o resultado e logo ouço: “Como está minha pressão?”

“Qual a pressão considerada normal?”

Eu acho muito bom esse interesse dos pacientes, afinal a Hipertensão Arterial é considerada um dos maiores problemas de saúde no mundo todo, com cerca de 01 bilhão de pessoas afetadas. Um número imenso!

É também uma das doenças mais estudadas mundialmente, com claro benefício em realizar PREVENÇÃO e que por diversas vezes surgem novos conceitos e diretrizes de diagnóstico e tratamento.

A preocupação com Pressão Alta é um dos maiores motivos de procura por consultas cardiológicas, e por tudo isso, tenho dado prioridade no meu foco de estudos, para manter-me bem atualizado. Confesso que desde minha primeira aula de anatomia em 2002, em que vi corações danificados pela Hipertensão Arterial Crônica, muita coisa mudou, principalmente nos últimos 04 anos.

Dessa forma, utilizando como referência a VII Diretriz Brasileira de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia, vamos às respostas  para as perguntas relatadas acima:

A pressão arterial em adultos considerada normal é menor ou igual a 120 por 80 (≤ 120/80 mmHg), também conhecida pelo famoso “12 por 08”.

Alguns exemplos de pressão arterial NORMAL:  110/70 mmHg, 115/75 mmHg, entre outras.

Valores acima de 120 por 80 não são mais considerados normais (maiores detalhes ao longo do texto).

Atualmente, adultos com pressão sistólica de 121 mmHg até 129 mmHg e/ou pressão diastólica de 81 mmHg até 89 mmHg são considerados PRÉ-HIPERTENSOS.

Alguns exemplos de pressão arterial classificada com Pré-Hipertensão: 120/85 mmHg, 130/80 mmHg, entre outras.

E qual o valor de pressão arterial para considerar Hipertensão?

 

Nesse caso, atualmente temos controvérsias entre o Guideline Americano de 2017, a Diretriz Brasileira de 2016, e o Guideline Europeu de 2018.

Continue lendo

Check-up Cardiológico

PREVENÇÃO EM PRIMEIRO LUGAR

“Através da prevenção, torna-se possível viver mais tempo com qualidade de vida”, destaca Dr. Rafael Otsuzi

Medicine doctor and stethoscope touching medical information network connection interface on digital tablet in hospital background. Medical data and technology network concept

No check-up cardiológico ou consulta cardiológica de rotina são avaliados a história clínica pessoal detalhada, antecedentes familiares, exame físico completo, com atenção especial para presença de sopros e alterações no ritmo cardíaco e pressão arterial. São solicitados exames complementares como eletrocardiograma, exames laboratoriais como glicemia, dosagem de lípides, hemograma e função renal, entre outros.

Dependendo do dos achados iniciais, são realizados exames adicionais como Ecocardiograma, Teste Ergométrico, MAPA e Holter de 24 horas.

Continue lendo

Ecocardiograma

Ecocardiograma bidimensional com Doppler

 

Ecocardiograma aparelho

O que é o Ecocardiograma?

A ecocardiografia ou ecocardiograma bidimensional com Doppler é um exame de ultrassom, que permite a aquisição de imagens em tempo real do coração.

É um método diagnóstico muito utilizado atualmente em cardiologia para a detecção de alterações estruturais e/ou funcionais do coração.

 

Como é realizado o Ecocardiograma?

Continue lendo

Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Cardiologia

Após mais de 10 anos, trabalhando como médico em diversas áreas: pré-hospitalar, emergências, pronto-atendimentos, UTI´s e CTI`s, enfermarias, ambulatórios, consultório, hospitais de diversas cidades, de diversos estados no Brasil e mais de 30 mil atendimentos, posso dizer que sei realmente qual a especialidade que me cativa e me faz querer evoluir cada vez mais: Cardiologia.

Um sonho que vem desde 2004, quando passei pelo “temível” estágio de Cardio do HC de Ribeirão Preto, se tornou realidade.

Veio o Título de Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e Associação Médica Brasileira e reconhecido pelo CRM.

Além do Título, fiquei surpreso ao saber que em meio a 1097 cardiologistas e médicos de todo o Brasil que prestaram a prova, fui o único representante com a formação realizada totalmente no interior do país. Orgulho de representar Ribeirão Preto entre os 10 primeiros colocados do TEC 2018, junto a colegas que tiveram sua formação em hospitais bem conceituados em Cardiologia, como o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP (INCOR), Hospital do Coração (HCOR) e Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.

Recebi tantas lindas mensagens, belas palavras, muito carinho e gestos de amizade nesse dia tão especial, que não poderia deixar de divulgar um vídeo de agradecimento. Acho que nunca tinha feito um vídeo assim antes, mas nesse momento emocionante, fiz dois vídeos na mesma semana, para servir como um marco na minha profissão e lembrar que todo esforço e dedicação valeram a pena.

 

Sobre Dr. Rafael Otsuzi

Clínica EndoCardio

HDL e dieta

 

Convido a nutricionista Cecília Helena P.S. Mattos para comentar sobre HDL e dieta.

HDL-DIETA

O que é o HDL?

O HDL (do inglês, high-density lipoprotein),também conhecido popularmente como “colesterol bom”, é uma proteína transportadora de colesterol e triglicerídeos, e tem como função levá-los dos tecidos periféricos ao fígado, onde são convertidos principalmente em ácidos biliares.

 

Qual a importância do HDL?

Baixos níveis de HDL no sangue podem levar ao aumento do risco de doenças cardiovasculares.

HDL-TESTE

 

Qual a relação do HDL com a dieta?

De acordo com estudos recentes, manter uma alimentação saudável auxilia no aumento do HDL e redução do LDL, triglicerídeos e colesterol total.

 

Quais as dicas alimentares que você pode dar?

  • Aumentar o consumo de fibras (como legumes, verduras, cereais integrais) e dar preferência a gorduras monoinstauradas, como o azeite
  • Restringir fontes de gorduras saturadas, como carnes gordas, leite integral e de gorduras trans, como bolachas e biscoitos industrializados
  • Dar preferência a leite e derivados desnatados
  • Evitar o excesso de doces, refrigerantes e massas
  • Manter-se dentro do peso considerado saudável

 

COMIDA-PARA-HDL

Alguma outra dica?

Lembrando que a prática regular de exercícios físicos também exerce papel muito importante na manutenção dos bons níveis de lipídeos sanguíneos, além de prevenir diversas doenças crônicas não degenerativas.

Podemos concluir que motivos não faltam para a adoção de um estilo de vida saudável!

  • Referências:

-American Dietetic Association Hyperlipidemia Protocol

-National Cholesterol education program (NHLBI) – National Heart Lung and Blood Institute

Sobre Dr. Cecília Mattos