Doutor, minha Pressão Arterial está boa?

Figura - Medindo a pressão arterial

Pergunta muito comum no meu dia a dia de consultório. Frequentemente após aferir a Pressão Arterial, informo o resultado e logo ouço: “Como está minha pressão?”

“Qual a pressão considerada normal?”

Eu acho muito bom esse interesse dos pacientes, afinal a Hipertensão Arterial é considerada um dos maiores problemas de saúde no mundo todo, com cerca de 01 bilhão de pessoas afetadas. Um número imenso!

É também uma das doenças mais estudadas mundialmente, com claro benefício em realizar PREVENÇÃO e que por diversas vezes surgem novos conceitos e diretrizes de diagnóstico e tratamento.

A preocupação com Pressão Alta é um dos maiores motivos de procura por consultas cardiológicas, e por tudo isso, tenho dado prioridade no meu foco de estudos, para manter-me bem atualizado. Confesso que desde minha primeira aula de anatomia em 2002, em que vi corações danificados pela Hipertensão Arterial Crônica, muita coisa mudou, principalmente nos últimos 04 anos.

Dessa forma, utilizando como referência a VII Diretriz Brasileira de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia, vamos às respostas  para as perguntas relatadas acima:

A pressão arterial em adultos considerada normal é menor ou igual a 120 por 80 (≤ 120/80 mmHg), também conhecida pelo famoso “12 por 08”.

Alguns exemplos de pressão arterial NORMAL:  110/70 mmHg, 115/75 mmHg, entre outras.

Valores acima de 120 por 80 não são mais considerados normais (maiores detalhes ao longo do texto).

Atualmente, adultos com pressão sistólica de 121 mmHg até 129 mmHg e/ou pressão diastólica de 81 mmHg até 89 mmHg são considerados PRÉ-HIPERTENSOS.

Alguns exemplos de pressão arterial classificada com Pré-Hipertensão: 120/85 mmHg, 130/80 mmHg, entre outras.

E qual o valor de pressão arterial para considerar Hipertensão?

 

Nesse caso, atualmente temos controvérsias entre o Guideline Americano de 2017, a Diretriz Brasileira de 2016, e o Guideline Europeu de 2018.

Continue lendo