Doutor, minha Pressão Arterial está boa?

Figura - Medindo a pressão arterial

Pergunta muito comum no meu dia a dia de consultório. Frequentemente após aferir a Pressão Arterial, informo o resultado e logo ouço: “Como está minha pressão?”

“Qual a pressão considerada normal?”

Eu acho muito bom esse interesse dos pacientes, afinal a Hipertensão Arterial é considerada um dos maiores problemas de saúde no mundo todo, com cerca de 01 bilhão de pessoas afetadas. Um número imenso!

É também uma das doenças mais estudadas mundialmente, com claro benefício em realizar PREVENÇÃO e que por diversas vezes surgem novos conceitos e diretrizes de diagnóstico e tratamento.

A preocupação com Pressão Alta é um dos maiores motivos de procura por consultas cardiológicas, e por tudo isso, tenho dado prioridade no meu foco de estudos, para manter-me bem atualizado. Confesso que desde minha primeira aula de anatomia em 2002, em que vi corações danificados pela Hipertensão Arterial Crônica, muita coisa mudou, principalmente nos últimos 04 anos.

Dessa forma, utilizando como referência a VII Diretriz Brasileira de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia, vamos às respostas  para as perguntas relatadas acima:

A pressão arterial em adultos considerada normal é menor ou igual a 120 por 80 (≤ 120/80 mmHg), também conhecida pelo famoso “12 por 08”.

Alguns exemplos de pressão arterial NORMAL:  110/70 mmHg, 115/75 mmHg, entre outras.

Valores acima de 120 por 80 não são mais considerados normais (maiores detalhes ao longo do texto).

Atualmente, adultos com pressão sistólica de 121 mmHg até 129 mmHg e/ou pressão diastólica de 81 mmHg até 89 mmHg são considerados PRÉ-HIPERTENSOS.

Alguns exemplos de pressão arterial classificada com Pré-Hipertensão: 120/85 mmHg, 130/80 mmHg, entre outras.

E qual o valor de pressão arterial para considerar Hipertensão?

 

Nesse caso, atualmente temos controvérsias entre o Guideline Americano de 2017, a Diretriz Brasileira de 2016, e o Guideline Europeu de 2018.

Os “americanos” decidiram mudar o critério diagnóstico de Hipertensão, de modo que indivíduos com valores de pressão arterial a partir de 130 mmHg (pressão sistólica) ou 80 mmHg (pressão diastólica) são considerados hipertensos.

Já a Diretriz Brasileira e o Guideline Europeu mais atual, seguem o tradicional 140/90 mmHg como valores para diagnóstico de Hipertersão Arterial. (Vide tabelas no final do texto com maiores detalhes).

Como fica então a classificação da Pressão Arterial de acordo com cada Diretriz (Brasileira, Americana, Européia)?

 

Exemplos:

Figura - Moça com boa pressão arterial

115 por 75 mmHg.     Classificada como:

NORMAL (Diretriz Brasileira)

ÓTIMA (Guideline Europeu)

NORMAL (Guideline Americano)

 

 

120 por 80 mmHg.   Classificada como:

Figura - 120x80

NO LIMITE DO NORMAL (Diretriz Brasileira),

NORMAL (Guideline Europeu)

HIPERTENSÃO ESTÁGIO 1 (Guideline Americano, devido a pressão diastólica de 80 mmHg).

 

 

 

125 por 84 mmHg.  Classificada como:

PRÉ-HIPERTENSÃO (Diretriz Brasileira)

NO LIMITE DO NORMAL (Guideline Europeu)

HIPERTENSÃO ESTÁGIO 1 (Guideline Americano, devido a pressão diastólica de 84 mmHg).

 

 

130 por 85 mmHg.  Classificada como:

PRÉ-HIPERTENSÃO (Diretriz Brasileira)

HIGH NORMAL  (Guideline Europeu)

HIPERTENSÃO ESTÁGIO 01 (Guideline Americano).

 

140 por 90 mmHg.  Classificada como:Figura - Hypertension.JPG

HIPERTENSÃO ESTÁGIO 1 (Diretriz Brasileira)

HIPERTENSÃO GRAU 1 (Guideline Europeu)

HIPERTENSÃO ESTÁGIO 2 (Guideline Americano)

 

 

Em vez de simplesmente “engolirmos” os valores declarados acima, vamos tentar entender o porquê de tais valores?

 

Controvérsias a parte, todas as diretriz atuais consideram que o valor de 115/75 mmHg é adequado, ou seja, normal, ou até mesmo ótimo pelo Guideline mais recente que é o Europeu.

Vou transcrever um texto da VI Diretriz Brasileira de Hipertensão de 2010:

A mortalidade por doença cardiovascular aumenta progressivamente com a elevação da Pressão Arterial a partir de 115/75 mmHg de forma linear, contínua e independente.

Ou seja, em outras palavras, até 115 por 75 ou no popular “11 e meio por 7 e meio” não há evidências de que a pressão arterial cause danos, porém a partir deste valor, qualquer aumento sustentado e contínuo da pressão arterial, já aumenta o risco de ter complicações cardiovasculares, como infarto ou AVC, e quanto maior a elevação, maior o risco!

 

Então quer dizer que se eu tiver medidas de Pressão Arterial, aferidas adequadamente no consultório médico, de 130 por 85 mmHg, eu devo me preocupar?

Sim, com esses valores, conforme descrito acima, qualquer estudo recente considera a Pressão Arterial como anormal (Pré Hipertensão, Pressão Normal Elevada ou até mesmo Hipertensão, segundo os americanos).

Dessa forma, um acompanhamento regular deve ser instituído e medidas não farmacológicas, ou seja, tratamento não-medicamentoso deve ser iniciado.

 

Mudanças no estilo de vida são benéficas para:

  • Diminuir a progressão para hipertensão com necessidade de tratamento medicamentoso;
  • Prevenir danos em suas artérias;
  • Preservar a saúde de órgãos como coração, cérebro, rins, olhos, entre outros;
  • Prevenir doenças cardiovasculares precoces.

 

Figura - eat less salt 02

Mudanças de estilo de vida fundamentais incluem:

  • Moderar o sal para o máximo de 05 gramas por dia;
  • Atividade física regular (150 minutos de atividade física aeróbica por semana);
  • Controle do peso;
  • Moderação do consumo de bebida alcóolica;
  • Controle do estresse;
  • Evitar, quando possível, medicamentos que podem elevar a Pressão Arterial (ex.: anti-inflamatórios, descongestionantes nasais, corticóides, alguns remédios para dor de cabeça contendo vasoconstrictores, etc);
  • Melhorar a qualidade do sono;
  • Hábitos alimentares saudáveis, entre outros.

 

 

VIDE ARTIGO SOBRE MUDANÇAS DO ESTILO DE VIDA PARA AUXÍLIO NA MELHORA DA PRESSÃO ARTERIAL => Hipertensão arterial —Prevenção e Mudanças saudáveis no estilo de vida

 

ABAIXO, IMAGENS A RESPEITO DAS FONTES LITERÁRIAS RELACIONADAS A ESSE ARTIGO, COM SUAS RESPECTIVAS TABELAS DE CLASSIFICAÇÃO DIAGNÓSTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL:

 

Foto Diretriz HIpertensão Brasileira 2017Classificação da PA - Diretriz Brasileira - 2016

 

Guideline ESC - European Society of CardiologyClassification PA - Guideline Europeu - 2018

 

Guideline Americano Simplificado 2017Categorias de Pressão Arterial - Guideline Americano - 2017

Em breve muito mais artigos sobre Hipertensão Arterial, compartilhe informações sobre prevenção e saúde. Curta o artigo e se inscreva nesse blog.

Sobre Dr. Rafael Otsuzi

Clínica Endocárdio – www.cardiologia.ribeirao.br

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.